BASF Agricultural Solutions Portugal
Agricultura

Dagonis

Fungicidas

O fungicida multiuso para o controlo de várias doenças em hortícolas.

Dagonis® contém Xemium®, uma molécula única com propriedades exclusivas.

Xemium® possui 2 estados moleculares com polaridades diferentes que lhe conferem excelente mobilidade em meio hidrofílico e lipofílico. Ao alternar entre ambos, Xemium® atinge de forma rápida, eficaz e em maior quantidade o organismo patogénico a controlar.

Dagonis® combina duas substâncias ativas com efeito fortemente sinérgico - Xemium® (fluxapiroxade) e Difenoconazol - conferindo-lhe eficácia máxima ao mesmo tempo que contribuem para a gestão do risco de aparecimento de resistências.

Benefícios

  • Rendimento: culturas livres das doenças mais importantes em hortícolas
  • Tempo: uma única solução para mais de 50 combinações cultura-doença
  • Tranquilidade: flexibilidade no acesso ao mercado - perfil de degradação favorável e LMRs estabelecidos para uma multitude de culturas
  • Sustentabilidade: seletivo para polinizadores e insetos auxiliares

Informação Geral

Nome Dagonis
Formulação Suspensão concentrada (SC)
Substância(s) ativa(s) 6,98% p/p fluxapiroxade, 4,66% p/p difenoconazol
Ficha de Segurança Dagonis® (FDS)
Rótulo Dagonis® (rótulo)
Folheto Dagonis® (folheto)
Usos menores Dagonis® (usos menores)

Nocivo e perigoso para o ambiente

Condições de utilização autorizadas

Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Cladosporiose 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa (uso menor)
Doença Fruto, Folha, Caule 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Cancro gomoso Ar Livre e Estufa
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Podridão branca 2 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 7 dias Ar livre (uso menor)
Septoriose 2 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 7 dias Ar livre (uso menor)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 7 dias Ar livre
Oídio 0,6 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 7 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência do produto é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 7 dias Ar Livre (uso menor)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Podridão branca 1,2 - 2 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. Usar 2l/ha ao ar livre e 1,2 l/ha em estufa. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo reduzir para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar Livre (2 l/ha) e Estufa (1,2 l/ha)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Podridão branca 1,2 - 2 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. Usar 2l/ha ao ar livre e 1,2 l/ha em estufa. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo reduzir para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 1 14 dias Ar Livre (2 l/ha) e Estufa (1,2 l/ha)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência do produto é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 3 dias Ar Livre e Estufa
Cladosporiose 1 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência do produto é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 3 dias Ar Livre e Estufa (uso menor)
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência do produto é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 3 dias Ar Livre e Estufa
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 7 dias Ar Livre (uso menor)
Oídio 0,6 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 7 dias Ar Livre (uso menor)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Estenfiliose 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Mycospharella 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Septoriose 2 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 7 dias Ar livre (uso menor)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 7 dias Ar livre
Oídio 0,6 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 7 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Ferrugem 1 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 14 dias Ar Livre e Estufa (uso menor)
Oídio 0,6 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver de condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo reduzir para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 1 14 dias Ar Livre e Estufa
Podridão branca 2 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver de condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo reduzir para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 1 14 dias Ar Livre e Estufa
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Cladosporiose 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa (uso menor)
Doença Fúngica 0,6 l/ha Em tratamentos para o CANCRO GOMOSO, iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Estenfiliose 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Mycospharella 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Estenfiliose 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Mycospharella 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Estenfiliose 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Mycospharella 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Estenfiliose 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Mycospharella 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver coincidência de condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. pressão da doença. 2 14 dias Ar Livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Podridão branca 1,2 - 2 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. Usar 2l/ha ao ar livre e 1,2 l/ha em estufa. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo reduzir para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar Livre (2 l/ha) e Estufa (1,2 l/ha)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Ascoquita 2 l/ha Iniciar as aplicações preventivamente, quando o tempo decorra húmido ou chuvoso, tendo especial atenção ao período de floração. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença 1 7 dias Ar livre
Ferrugem 2 l/ha Iniciar as aplicações preventivamente, quando o tempo decorra húmido ou chuvoso, tendo especial atenção ao período de floração. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença 1 7 dias Ar livre
Podridão branca 2 l/ha Iniciar as aplicações preventivamente, quando o tempo decorra húmido ou chuvoso, tendo especial atenção ao período de floração. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença 1 7 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Podridão branca 2 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 7 dias Ar livre (uso menor)
Septoriose 2 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 7 dias Ar livre (uso menor)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Cladosporiose 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa (uso menor)
Doença Fruto, Folha, Caule 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Cancro gomoso Ar Livre e Estufa
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Cladosporiose 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa (uso menor)
Doença Fruto, Folha, Caule 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Cancro gomoso Ar Livre e Estufa
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Cladosporiose 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 10 a 12 dias devendo reduzir-se para 10 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa (uso menor)
Doença Fruto, Folha, Caule 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 10 a 12 dias devendo reduzir-se para 10 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Cancro gomoso Ar Livre e Estufa
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, desde o início da floração. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 1 dia Ar Livre e Estufa
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver coincidência de condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. pressão da doença. 2 14 dias Ar Livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 7 dias Ar livre
Oídio 0,6 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 7 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Cladosporiose 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa (uso menor)
Doença Fruto, Folha, Caule 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Cancro gomoso Ar Livre e Estufa
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência biológica é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 3 3 dias Ar Livre e Estufa
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência do produto é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 3 dias Ar Livre e Estufa
Cladosporiose 1 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência do produto é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 3 dias Ar Livre e Estufa (uso menor)
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência do produto é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 3 dias Ar Livre e Estufa
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver coincidência de condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. pressão da doença. 2 14 dias Ar Livre
Podridão branca 2 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 7 dias Ar Livre (uso menor)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Estenfiliose 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Mycospharella 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente desde o início da formação das cabeças quando o tempo decorra húmido ou chuvoso. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 14 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Podridão branca 2 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 7 dias Ar livre (uso menor)
Septoriose 2 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 7 dias Ar livre (uso menor)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver coincidência de condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. pressão da doença. 2 14 dias Ar Livre e Estufa
Podridão branca 1,2 - 2 l/ha Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas 1 14 dias (uso menor)
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 7 dias Ar livre
Oídio 0,6 l/ha Realizar aplicações preventivamente, ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas atinjam 7-9 cm e houver condições climáticas favoráveis à doença. A persistência do produto é de 12 a 14 dias, devendo usar os 12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 7 dias Ar livre
Inimigos Dose recomendada Época de aplicação Número de aplicações Intervalo de Segurança Observações
Alternaria 1 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência do produto é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 3 dias Ar Livre e Estufa
Cladosporiose 1 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência do produto é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 3 dias Ar Livre e Estufa (uso menor)
Oídio 0,6 l/ha Iniciar as aplicações ao aparecimento dos primeiros sintomas, quando as plantas apresentem 3-5 folhas definitivas. A persistência do produto é de 12 a 14 dias podendo reduzir-se para 10-12 dias em condições de muito elevada pressão da doença. 2 3 dias Ar Livre e Estufa
Topo